5 de nov de 2011

Abra a porta

     Em meio a tempestade, se tu abrires a porta do teu coração para me abrigar, num cantinho qualquer que seja, no calor e aconchego de teu peito, terei minha chance de mostrar a ti o quanto eu sinto. Todos os problemas que te agonizam, eu irei varrer para fora. Irei ajeitar tudo, reorganizar o teu coração. Assim, quando a chuva passar, terei o meu cantinho reservado em teu peito, de onde não irei querer sair jamais.
Você precisa apenas abrir a porta e me deixar entrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Os comentários são a maior motivação para uma blogueira continuar publicando, afinal, nada mais triste do que achar que ninguém está lendo o que ela publica, não é? *-*