28 de jan de 2011

A Torre


Rangendo, rangendo;
Está é a Torre dos Pecados Purificados,
Aquela que consegue unir
Até mesmo os eternamente separados céu e terra...

Brilhando, brilhando;
Esta luz que passa através da Torre,
Atinge e perfura esta minha alma pecadora
Cortando a fonte de minha vida...

Correndo, correndo;
Para o mais longe possível,
Fugindo desta sombra invisível que costura por entre meus passos,
Como uma agulha envenenada...

Gritando, gritando;
Os expectros desumanos desta Torre
Que se alimentam de nossos sofrimentos
Sob a luz da Lua cheia e branca na noite de completa escuridão...

Caíndo, caíndo;
Este feixe de luz que atinge o solo...
Seria uma estrela como nós pecadores,
Condenados a viver eternamente neste inferno
Proibido de retornar ao paraíso?

Balançando, balançando;
Aqueles que irão cair seremos nós ou o céu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Os comentários são a maior motivação para uma blogueira continuar publicando, afinal, nada mais triste do que achar que ninguém está lendo o que ela publica, não é? *-*